sábado, junho 17, 2006

Haikais pós-modernos - I

[Seis e meia]

Out-doors, semáforos, esmoleres
Multidão em alarido:
O céu sangra lentamente.


Antonio Laranjeira

Um comentário:

Priscila Fernandes disse...

Que bom que atualizou, me encheu de euforia! Engraçado, esta semana estava lendo uns Haicais e um me apreendeu:

São as chuvas
do Inverno. Estarei
desaparecendo?
(Santoka Taneda 1882-1940)

Sei que você se inspira com poemas curtos, se quiser o livro emprestado está às oredens.